Marinha no AM prorroga inscrição de seleção com salário de até R$ 6,9 mil

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Marinha no AM está com inscrições abertas em 2017.

O Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN) prorrogou as inscrições para Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário (SMV) na condição de oficiais temporários. Os interessados podem se inscrever até o dia 28 de novembro.

O salário inicial é R$ 5.931,00 como Guarda-Marinha, alcançando o valor de R$ 6.938,00 ao posto de Primeiro-Tenente.

De acordo com a Marinha, o cadastramento é destinado para ambos os sexos, na faixa etária de mais de 18 e menos de 45 anos no ano de sua incorporação.

Estão disponíveis 11 vagas, com formação em nível superior, nas seguintes áreas: Fisioterapia, Direito, Administração, Tecnologia em Construção Naval, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Engenharia de Telecomunicações, e Medicina nas especialidades de Radiologia, Ginecologia e Obstetrícia.

Como fazer sua Inscrição para o Concurso da Marinha no AM 2017

As inscrições podem ser realizadas online na página do Com9ºDN, www.mar.mil.br/com9dn, no link “Serviço Militar Voluntário”.

A data da prova objetiva também foi modificada para 5 de fevereiro de 2017.

Marinha no AM

A presença da Marinha do Brasil na Amazônia remonta ao ano de 1728, com a criação da Divisão Naval do Norte, sediada em Belém do Grão-Pará, de onde era exercido o controle do acesso de navios ao Rio Amazonas.

Em consequência da abertura da navegação do Rio Amazonas às nações amigas, em 1868, foi criada a Flotilha do Amazonas, em substituição à Divisão Naval do Norte, com o propósito de prover a proteção do litoral e das hidrovias.

No ano de 1994, foi criado o Comando Naval da Amazônia Ocidental e em 3 de maio de 2005, a Marinha do Brasil ativa o Comando do 9º Distrito Naval.

O mais novo Distrito Naval, comandado por um Vice-Almirante, passa a ser subordinado, diretamente, ao Comando de Operações Navais, no intuito de aumentar a eficácia operativa e administrativa, numa área de considerável destaque estratégico nacional.

Contando na sua estrutura com nove organizações militares diretamente subordinadas – Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, Comando da Flotilha do Amazonas, Estação Naval do Rio Negro, Batalhão de Operações Ribeirinhas, Centro de Intendência da Marinha em Manaus, Capitania Fluvial de

Tabatinga, o 3º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, Policlínica Naval de Manaus e o Serviço de Sinalização Nautica do Noroeste – o Comando do 9º Distrito Naval tem como principais tarefas a execução de Operações Ribeirinhas, utilizando-se dos seus meios navais, aeronavais e de fuzileiros

navais, bem como, atividades de Patrulha e de Inspeção Naval, numa malha hidroviária com 26.000 km de extensão, onde trafegam cerca de 35.000 embarcações.

Além disso, prossegue com o importante trabalho assistencial que a Marinha desenvolve na Amazônia, por meio das Atividades de Assistência Hospitalar (ASSHOP) e Cívico Sociais (ACISO), com seus navios-patrulha, de assistência hospitalar e embarcações das Capitanias Fluviais, Agências e Delegacias.